Wednesday, February 8, 2012

ARROZ ESTILO COREANO

08 Fev 2012

Read in ENGLISH


Estou morando na Coréia há quase 5 anos e já estou prestes a voltar para o Brasil para ficar de vez. Mas foi só recentemente que me entusiasmei em aprender a fazer alguns pratos típicos daqui e que aprendemos a gostar. Agora, com o medo de ficar morrendo de saudades da comida daqui (quem diria, né?), estou me aventurando um pouco mais, e vocês vão ver que aqui no blog vai começar a aparecer mais algumas receitinhas Coreanas. Já postei aqui  Kimchi, Yakgwa e o Triângulo Kimbap. Este último, à base de arroz, eu costumava fazer com arroz Coreano comprado pronto, já cozido no ponto. Mas agora, aprendi a fazer o arroz ao modo deles e ficou muito bom. Hoje posso dizer isso, porque aprendi que o arroz por aqui é feito sem nenhum tempero e nem sal, e recebe o sabor dos seus acompanhamentos. Digo que ficou muito bom, pois acertei no ponto de cozimento, ficou perfeitamente "grudento" como deve ser :o)

A começar, o arroz daqui é diferente. Os grãos são curtos e ovalados. É um outro tipo de arroz, não importa como você o prepara, ele tem sempre uma goma que não o deixa soltinho como o nosso. É assim que eles gostam, e agora, eu também!


O modo de preparo é muito simples, mas ainda assim, a maioria das pessoas usam panelas elétricas próprias para este fim. No mercado existe uma infinidade de modelos, tamanhos, cores e formatos possíveis e imagináveis desta panela. Eu não quis comprar uma, pois nosso consumo de arroz não justifica um eletrodoméstico que vai ocupar bastante espaço na bancada da cozinha. 

  Encontrei estas instruções em My Korean Kitchen, e passo para vocês as informações adaptadas de acordo com o que experimentei na minha cozinha.

1° passo: Lavar o arroz

Meça a quantidade de arroz desejada e coloque numa tigela. Encha a tigela com água e mexa com a mão, mas não esfregue o arroz.

Descarte aquela água e repita esta operação mais 3 vezes. A água ainda não estará saindo cristalina (nem deve), mas é assim mesmo.

Escorra bem a água e leve o arroz imediatamente para uma panela (fora do fogo), ou uma tigela. O arroz não deve ficar secando no escorredor. 


2° Passo: Deixar de molho

Meça a água (fria) que será usada para cozinhar, despeje sobre o arroz e deixe de molho por 30 minutos.

Para medir o arroz e a água, siga esta proporção:
1 : 1,2 (em volume)
Fiz as contas direitinho (vou poupar vocês desta tarefa) e, em valores arredondados, cheguei a estes números:

1 xíc. (240ml) (220g) de arroz coreano
290ml de água

As cozinheiras mais tradicionais, nem medem, colocam o arroz na panela, e espalmam a mão em cima do arroz. Acrescentam água até a altura dos ossos dos dedos (aqueles usados no soco inglês), como demonstrado AQUI.

3° Passo: Cozinhar

Após deixar de molho, leve a panela ao fogo alto até levantar fervura. Assim que começar a ferver, baixe o fogo para aquela chama bem miúda, tampe a panela e espere secar quase totalmente. Vai levar uns 5 minutos, portanto, fique de olho! 

4° Passo: Descansar

Apague o fogo e deixe o arroz descansar, tampado, por mais 15 minutos. O arroz ainda incha um pouco mais neste descanso.


 Revolva o arroz para que a umidade seja distribuída por igual. 

Existem colheres próprias para arroz, como esta da foto, que tem uma textura cheia de bolinhas. Ela permite mexer o arroz sem que ele fique grudando na colher. 


Aí, é só servir com os acompanhamentos que vão dar sabor a este arroz. Eu virei fã!

Para encerrar, devo dizer, que usei este arroz para fazer a nossa receita brasileira durante todo tempo que estive aqui, somente adaptando a quantidade de água. O arroz fica muito saboroso e eu, particularmente, adoro a sua textura mais grudenta :o)

Veja estas receitas Coreanas, aqui do blog, com este arroz:



12 comments:

  1. Renata, muito bacana.É tudo questão de costume, aqui aprendemos a gostar do arroz bem soltinho e se fica um pouco molinho já tem gente reclamando... Adorei, cairia muito bem com meu franguinho aromático!!beijkas

    ReplyDelete
  2. Rê, pela foto acho que o arroz que vcs consomem aí é o mesmo do Japão! Ele é viciante mesmo e não há igual. Pode parecer estranho mas mesmo sem tempero nenhum ele tem sabor, o tal "umami" que os japoneses dizem! Para vc ver o quanto fiquei viciada, mesmo aqui só compramos arroz oriental. Não é a mesma coisa que do Japão mas quebra o galho! rsss
    Estou louca para ver sua versão de bibimba na tigela de pedra, um dos meus pratos coreanos favoritos! ;)
    E que bacana saber que vc está voltando de vez para cá! Deve ser um misto de alegria e tristeza ao mesmo tempo, porque 5 anos dá para criar algumas raízes! Bjss e uma linda quarta!

    ReplyDelete
  3. Rê, não conhece muitos pratos coreanos mas no Japão virei fã de kimchi e bibimba na pedra! Quando mencionei foi por acaso mesmo, acho que é um sinal! Vou fazer minha apostinha na mega sena! kkkkk
    Mal posso esperar para ver o post! :)
    Bjss

    ReplyDelete
  4. Oi, Re,

    O grão cru deste arroz lembra o arbóreo (ou os demais que são usados para risotos) né? Eu vejo o arroz como base da nossa alimentação e penso que logo ficaria dependente deste. Gostei das dicas, vou copiar e guardar.
    Ah, e que bom que você está quase voltando, rsrs.

    Um beijo!

    ReplyDelete
  5. Xará, adoro seus esses seus posts quando você nos conta das experiencias gastronômicas vividas aí na Coréia, fico imaginando tudo que eu vivi nesse país (em muito poucos dias é verdade), mas deu pra sentir e saborear muita coisa!
    Não vou mentir dizendo que a gastronomia coreana me cativou, mas as lembranças de um país tão lindo, e do povo que foi tão acolhedor, estas sim, vão ficar pra sempre na minha memória...imagino então o quanto você vai sentir quando voltar!

    O arroz é bom sim, e as fotos sempre lindas, parabéns mais uma vez!

    ReplyDelete
  6. Tia, sabe que eu nunca fui chegada em arroz. Há uns anos eu comia feijao sozinho acredita?
    Eu ainda como pouco arroz mas amo o tailandes (que foi uma das minhas maiores descobertas gastronomicas...rs), o arboreo, o integral e o japones (dentro do sushi). Acho que talvez eu gostasse do coreano tb...
    E pra quem nao é muito chegada, até que eu tenho bastante arroz no armario, imagina um pacote de cada um desses que eu listei... rsrs
    bjao

    ReplyDelete
  7. Não vou dizer que me atraiu arroz assim, mas eu experimentaria sem preconceitos. O grão é mesmo parecido com o japonês.
    Fico feliz que esteja voltando.
    Beijinhos e ótimo final de semana

    ReplyDelete
  8. Oi Renata ,
    Gosto muito quando você fala de suas experiências gastronômicas com a cozinha coreana. Sempre aprendo um pouco.
    Gostei dessa colher para mexer o arroz.Nunca vi por aqui.
    Bj e ótima sexta,
    Lylia

    ReplyDelete
  9. Olá Renata, você sempre nos brindando com seus posts sempre ricos de detalhes e informações.
    Eu sou uma maluca por arroz e pela carinha deste, com certeza iria gostar.
    Que bom que você vai voltar para o Brasil, imagino que deve ter muitas saudades da nossa terrinha.
    Parabéns, foi muito gostosa a leitura!
    Bjuss!!!

    ReplyDelete
  10. Acredito que não gostaria muito da comida coreana, mas o arroz me leva contra a maré...adoro arroz bem grudadinho!!
    Bom fds e bom retorno!!

    ReplyDelete
  11. Esse arroz parece o japones , eu gosto ...mas sinto falta do arroz brasileiro as vezes .Outro dia fui fazer um arroz carreteiro , mas como não tinha o arroz brasileiro em mãos fiz com o daqui mesmo e tenho que dizer que não ficou muito legal . Mas para fazer onigiri somente com sal ja fica uma delicia esse arroz .

    ReplyDelete
  12. uma dica na lavagem desse arroz é provar a agua, da pra sentir nela se ainda tem o gosto da sujeira.

    e ele é FANTASTICO para fazer arroz doce

    ReplyDelete

Devido ao grande número de mensagens de "spam", Testado, Provado & Aprovado não aceita mais comentários anônimos. Desculpem o transtorno.

Due to the large number of spam messages, Testado, Provado & Aprovado no longer accepts anonymous comments. Sorry for the inconvenience.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...